segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

A Fábula do Porco-espinho.




 
 
Durante a era glacial, muitos animais morriam por causa do frio.
Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram se juntar em grupos, assim se agasalhavam e se protegiam mutuamente, mas os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos, justamente os que ofereciam mais calor.
Por isso decidiram se afastar uns dos outros e começaram de novo a morrer congelados.
Então precisaram fazer uma escolha: ou desapareciam da Terra ou aceitavam os espinhos dos companheiros.
 
Com sabedoria, decidiram voltar a ficar juntos.
 
Aprenderam assim a conviver com as pequenas feridas que a relação com os companheiros que estavam muito próximo podiam causar, já que o mais importante era o calor do outro.
E assim sobreviveram.

 Moral da História

O melhor relacionamento não é aquele que une pessoas perfeitas, mas aquele onde cada um aprende a conviver com os defeitos do outro, e admirar suas qualidades.



terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Vencer novos desafios



Os japoneses sempre adoraram peixe fresco. Porém, as águas perto do Japão não produzem muitos peixes há décadas. Assim, para alimentar sua população, eles  aumentaram o tamanho dos navios pesqueiros e  começaram a pescar mais longe. Quanto mais longe iam, mais tempo levava para o peixe chegar. Se a viagem de volta levasse mais do que alguns dias, o peixe já não era mais fresco. E os japoneses não gostaram do gosto destes peixes. Para resolver o problema, as empresas de pesca instalaram congeladores em seus barcos. Pescavam e congelavam os peixes em alto-mar. Os congeladores permitiram que os pesqueiros fossem mais longe e ficassem em alto-mar por muito mais tempo. Mesmo assim, notaram diferença entre o peixe fresco e o congelado e não gostaram.
Então, as empresas de pesca instalaram tanques de peixe nos navios pesqueiros. Eles pescavam e os colocavam nos tanques, “como sardinhas”. Depois de certo tempo, pela falta de espaço, os peixes paravam de se debater e não se moviam mais. Daí, chegavam vivos, porém, cansados e abatidos. E, novamente, os japoneses  podiam notar a diferença do gosto.
Por não se mexerem durante dias, os peixes perdiam o gosto de frescor. Os japoneses preferiam o gosto de peixe fresco e não o gosto de peixe apático. Então, eles resolveram este problema? Como conseguiram trazer peixes com gosto de puro frescor?
Quando as pessoas atingem rápido seus objetivos, elas podem relaxar nas demais conquistas. E aí está o grande perigo! Podem começar a pensar que não precisam mais buscar tanto.
Para conservar o gosto de peixe fresco, os pesqueiros ainda colocam os peixes dentro de tanques. Além disso, também adicionam um pequeno tubarão em cada tanque. O tubarão come alguns peixes, mas a maioria deles chega “muito vivo” no mercado. Os peixes se mantêm atentos todo o tempo.
Se você já alcançou seus objetivos, coloque outros maiores. Uma vez que suas necessidades pessoais ou familiares forem atingidas, dê graças a Deus e siga em frente na conquista de maiores realizações. Mas não se acomode nunca na fé, coloque um tubarão no seu tanque.
Deus abençoe com vitórias aos perseverantes!
Blog do Bispo Macedo

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Aparência


Na sua opinião vale a pena viver de aparência? O que será realmente que significa aparência? Aparência é aquilo que não necessáriamente somos, mas é o que parecemos ser, muitas pessoas são enganadas justamente por acreditar no que as pessoas parecem, ao invés de realmente ver o que são, devido a isso tem muitos casamentos que um não conhece o outro pelo fato de olharem apenas para o que o outro aparenta ser, e não para o que realmente é, e devido a isso sofrem a vida toda por isso, e dizem não conhecer a pessoa que dorme ao seu lado, e isso não se resume a um problema de casais, em muitas outras situações nos deixamos levar pela aparência e não pelo conteúdo, muitos tem problemas com amizades, emprego, família, ou seja em muitos sentidos só pelo fato de não analisar friamente a situação antes de se envolver. Um exemplo bem prático de aparencia quem nunca comprou um doce pelo fato dele ser bem decorado, e quando vai se comer é uma grande decepção, era só aparencia, conteúdo mesmo não tem, temos que olhar pra nossa vida como pro doce analisar se estamos nos encobrindo com o creme pra disfarçar as imperfeições, cada um que deve se julgar e ver em que precisa mudar.
Marcele

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Não aceite a carga negativa


Então simplesmente rejeite tudo de ruim que lhe suceder pois a partir do momento que você aceitar, vai lhe pertencer.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Identidade

Quem é você?






Quem é você? A pergunta pode até parecer simples, mas nem todos são capazes de respondê-la. O questionamento é complexo e exige muita reflexão. A crise de identidade é muito mais real do que se imagina. Quem não sabe quem é, também não sabe para onde vai. Por isso é tão alto o número pessoas perdidas em meio aos conflitos existenciais. Homens e mulheres vivendo inconstantes, em altos e baixos.
A Bíblia conta a história de um jovem que estava perdido em suas emoções. Ele saiu de casa e gastou todo o dinheiro que havia recebido do pai em prazeres momentâneos, quem sabe em busca de uma identidade que não era dele. Sem recursos o rapaz passou a viver uma vida vazia e sem graça. Cuidava de porcos e até desejava comer a comida dos animais. Ele já não sabia mais quem era e por isso aceitava qualquer coisa. O rapaz se esqueceu que tinha um pai. Era um príncipe vivendo como um mendigo.
Histórias assim acontecem até hoje. Talvez você esteja perdido e tenha se esquecido da sua verdadeira identidade. Deixou de lado os valores e hoje aceita aquilo que antes abominava. Mas quero por meio dessa mensagem lembrar que você tem um pai e ele é um rei. Se ele é Rei, você só pode ser príncipe, princesa do Senhor. Esqueça o passado de erros, culpas e fracassos. Deixe o futuro para o amanhã e viva o hoje. Lembre-se que o presente é agora. Levante-se e olhe para Deus. Ele sempre estará de braços abertos para te receber e te colocar na posição de filho.
A Bíblia trata Jesus como o Leão da tribo de Judá. Se você faz parte da família dele, você também é um leão, uma leoa. Então pare de se comportar como um "gatinho" diante das dificuldades.
Juliano Matos

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Auto reflexo

“O que vemos no espelho é o resultado de decisões que fizemos ao longo da nossa vida”


Olhe no espelho e me diga o que você vê. Se você gosta do que vê, então, pode parar de ler a postagem de hoje. Não é relevante para você. Mas, se você está demorando para concluir quem você é realmente; se você está meio decepcionado com essa pessoa que está olhando para você no espelho, então, isso significa que você precisa de uma reforma espiritual e eu personalizei essa mensagem especialmente para você.
O que vemos no espelho é o resultado de decisões que fizemos ao longo da nossa vida. Decisões feitas quando damos menos do que é esperado de nós. Decisões sobre o tipo de oferta que temos sido.
Somos o resultado de nossas ofertas. Eu não me refiro apenas a ofertas financeiras – essas são as mais fáceis e qualquer um pode dar. Sua vida, seu tempo, sua dedicação, seus sacrifícios, seus esforços, e seu amor são ofertas também.
Quantas vezes você se encontrou em uma situação em que poderia ter feito algo mais, mas você simplesmente decidiu não fazer; você decidiu apenas fazer o mínimo esperado? Essa sua oferta disfarçada foi provavelmente rejeitada.
Talvez você tenha dado muitas ofertas que disseram: “Eu não me importo com o que o Senhor pensa”, sem nem sequer perceber isso. Ofertas como essas são comparadas a de Caim – rejeitadas. O pior de tudo é que trazem consequências duradouras.
Se você quer mudar a pessoa que você vê no espelho, mude o tipo de oferta que você dá – o tipo de oferta que você é. Você é um resultado de suas ofertas.
Cristiane Cardoso

domingo, 29 de novembro de 2009

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Não basta o poder de decisão tem de ter conhecimento!


Na Flórida (Estados Unidos), um ateu criou uma discussão contra os feriados da Páscoa e Pessach (páscoa dos judeus). Ele contratou um advogado para abrir um processo de discriminação contra Cristãos e Judeus e o cumprimento de suas cerimônias sagradas.
O argumento foi de que era injusto que os ateus não tivessem um dia como estes de reconhecimento. O caso foi levado a um juiz. Depois de ouvir a apresentação passional do advogado, o juiz bateu o martelo, declarando: “Caso recusado!”
O advogado imediatamente se opôs ao veredicto, dizendo: “Meritíssimo, como o senhor pode rejeitar este caso? Os Cristãos têm Natal, Páscoa e outros. Os Judeus têm a Pessach, Yom Kippur* e Hanukkah**, enquanto meu cliente e outros ateus não têm este tipo de feriados.”
O juiz inclinou-se para frente, em sua cadeira, dizendo: “Mas vocês têm. Seu cliente, doutor, é tristemente ignorante.” O advogado disse: “Meritíssimo, nós desconhecemos qualquer cerimônia especial ou feriado para ateus.”
O juiz disse: “O calendário diz que 1º de abril é o dia da mentira. O Salmo 14.1 determina: “Diz o mentiroso no seu coração: Não há Deus.” Então, é da opinião desta corte que, se seu cliente diz que não há Deus, então, ele é um mentiroso. Por isso, dia 1º de abril é o dia dele. A corte está suspensa!
Você deve amar um juiz que conheça as Sagradas Escrituras.

Você luta ou desiste?


quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Se desprenda do que é ruim e renasca para uma nova vida!


A águia é a ave que possui a maior longevidade da espécie. Chega a viver cerca de 70 anos. Porém, para chegar a essa idade, aos 40 anos, ela precisa tomar uma séria e difícil decisão. Aos 40 anos, suas unhas estão compridas e flexíveis e já não conseguem mais agarrar as presas, das quais se alimenta. O bico, alongado e pontiagudo, se curva. Apontando contra o peito, estão as asas, envelhecidas e pesadas, em função da grossura das penas, e, voar, aos 40 anos, já é bem difícil!
Nessa situação a águia só tem duas alternativas: deixar-se morrer ou enfrentar  um dolorido processo de renovação que irá durar 150 dias. Esse processo consiste em voar para o alto de uma montanha e lá recolher-se, em um ninho que esteja próximo a um paredão. Um lugar de onde, para retornar, ela necessite dar um vôo firme e pleno. Ao encontrar esse lugar, a águia começa a bater o bico contra a parede até conseguir arrancá-lo, enfrentando, corajosamente, a dor que essa atitude acarreta. Espera nascer um novo bico, com o qual irá arrancar as suas velhas unhas. Com as novas unhas ela passa a arrancar as velhas penas. E, só após 5 meses, “renascida”, sai para o famoso voo de renovação, para viver, então, por mais 30 anos.
Assim como a águia nós em alguns momentos de nossa vida precisamos tomar uma decisão ou de continuar igual e esperar o fim, ou nos desprender de tudo que é ruim e renascer para uma nova vida!

terça-feira, 17 de novembro de 2009

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Como você vê as coisas?


Você já falou com alguém que é tão negativa que te fez perder a vontade de conversar com ela? Tem pessoas que são tão pessimistas que a visão negativa que ela tem para tudo atrai realmente para ela as coisas ruins da vida. Já está provado pela medicina que as pessoas com doenças graves com fé tem mais chances de se recuperar do que aquelas pessimistas. Então atraia para você o que é bom, declare coisas boas, tanto para si como para os que estão ao seu redor. Os desafios que enfrentamos mudam de acordo com a nossa visão, se você considera seu problema impossível, realmente será. Mas se você crer que seu problema é uma oportunidade de exercitar a sua confiança, você superará seus desafios sem muitos problemas. A nossa meta é olhar as coisas com otimismo, isso te fará mais forte.
Marcele

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Comemore a vitórias


Não sei como isso vem acontecendo e porque isso começou a acontecer só sei que o mundo que vivemos hoje em dia as pessoas tem supervalorizado as coisas ruins que acontecem e simplesmente esqueçem as coisas boas que vão surgindo. Uma forma prática para você entender que realmente é isso que tem acontecido pense neste momento qual foi a pregação de domingo... se calhar você não se lembra mais, terá de fazer um imenso esforço, olhar algum papel para ver se lembra e talvez nem com tudo isso se lembrará, mas se eu lhe perguntar uma ofensa que te fizeram a 5, 10,15 anos atrás, talvez você já tenha bem nítido na sua mente. Isso é apenas um exemplo de que as pessoas utlimamente não tem valorizado as coisas boas que lhe acontecem, mas se martirizam no sofrimento de seus fracassos. Se você me permitir dar um conselho, valorize as coisas boas que lhe acontece e jogue no mar do esquecimento essa bagagem de tristeza e sofrimento, talvez não seja uma atitude simples ou fácil, mas sem dúvida será a melhor. Essa mensagem é simples de se entender mas difícil de se praticar, então começe agora, para não deixar essa oportunidade se perder como tantas outras. Comece dando um bom dia, boa tarde ou boa noite com um sorriso e crendo que realmente será tudo bom. Aprenda a valorizar as pessoas que te amam, se preocupando com elas e se alegrando com elas, assim elas vão aprender consigo e se alegrarão contigo também.

Marcele

sexta-feira, 6 de novembro de 2009


quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Ser Feliz ou Ter Razão?



Oito da noite, numa avenida movimentada.
O casal já está atrasado para jantar na casa de uns amigos.
O endereço é novo, bem como o caminho que ela consultou no mapa antes de sair.
Ele conduz o carro.
Ela orienta e pede para que vire, na próxima rua, à esquerda.
Ele tem a certeza de que é à direita...
Discutem.
Percebendo que além de atrasados, poderão ficar mal-humorados, ela deixa que ele decida.
Ele vira à direita e percebe, então, que estava errado.
Embora com dificuldade, admite que insistiu no caminho errado, enquanto faz
o retorno.
Ela sorri e diz que não há nenhum problema, se chegarem alguns minutos atrasados.
Ele questiona: - Se tinhas tanta certeza de que eu estava indo pelo caminho errado, por que não insististe um pouco mais?
Ela diz: - Entre ter razão e ser feliz, prefiro ser feliz!!! Estávamos à beira de uma discussão. Se eu insistisse mais, teríamos estragado a noite!

                  MORAL DA HISTÓRIA:

Esta pequena história foi contada por uma empresária, durante uma palestra  sobre simplicidade no mundo do trabalho. Ela usou a cena para ilustrar quanta energia nós gastamos apenas para demonstrar que temos razão, independentemente, de tê-la ou não. Desde que ouvi esta história, tenho-me perguntado com mais freqüência:    'Quero ser feliz ou ter razão?'
Outro pensamento parecido, diz o seguinte:
'Nunca se justifique. Os amigos não precisam e os inimigos não acreditam'.

Autoestima


Com tanta concorrencia, tanta desigualdade, muitos de nós deixamos a nossa autoestima em baixo, mas quando isso acontece as demais áreas de nossa vida ficam frustradas pois deixamos de acreditar em nosso potencial, e na verdade ninguém é tão mal que não tenha nada para ensinar, ou algo de bom para servir de exemplo, devemos acreditar em nosso potencial, pois infelizmente o erro de muitas pessoas é deixar tudo na responsabilidade de Deus, quando na verdade devemos assumir esta responsabilidade de acreditarmos em nosso trabalho ou em qualquer que seja a área em questão, pois isso acontece muito isso com a s mulheres quando estão com alguns quilos a mais (diga-se de passagem que a maioria se considera assim) ela se sente com a autoestima em baixa e acaba por se desvalorizar e se você reparar até a forma de andar, falar, se expressar mostra uma certa debilidade na sua palavra. Claro que toda mudança é difícil, e principalmente começar, pois os hábitos errados estão a tanto tempo conosco que quando temos que mudar sempre é complicado, mas a verdade é que se você não der o primeiro passo como você fará essa nova caminhada? Será impossível, então não se importe se for um passo pequeno, mas o mais importante é você a cada dia dar um novo passo para mudar o seu interior e crer mais em seu potencial.
Marcele

sábado, 31 de outubro de 2009

Sonhar


quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Palavras ao vento


Certa vez, um homem tanto falou que seu vizinho era ladrão, que o vizinho acabou sendo preso. Algum tempo depois, descobriram que era inocente.

O rapaz foi solto, após muito sofrimento e humilhação, e processou o homem.

No tribunal, o homem disse ao juiz: "Comentários não causam tanto mal..."

E o juiz respondeu: "Escreva os comentários que você fez sobre ele num papel. Depois, pique o papel e jogue os pedaços pelo caminho de casa. Amanhã, volte para ouvir sentença!"

O homem obedeceu e voltou no dia seguinte, quando o juiz disse: "Antes da sentença, terá que catar os pedaços de papel que espalhou ontem!"

"Não posso fazer isso, meritíssimo! O vento deve tê-los espalhado por tudo quanto é lugar e já não sei onde estão!"

E o juiz respondeu: "Da mesma maneira, um simples comentário que pode destruir a honra de um homem espalha-se a ponto de não podermos mais consertar o mal causado."


Se não se pode falar bem de uma pessoa, é melhor que não se diga nada!
Sejamos senhores de nossa língua, para não sermos escravos de nossas palavras.

Nunca se esqueça: quem ama não vê defeitos. Quem odeia não vê qualidades. E quem é amigo vê as duas coisas.

sábado, 24 de outubro de 2009

Perdoar e se perdoar


Realmente essa frase diz tudo, a vingança satisfaz aquele momento, mas o sentimento de culpa será para toda a vida, mas o perdão lava a alma e nos liberta do passado, na maioria das vezes a decisão de perdoar é tomada com muita dificuldade pois não é apenas desculpar, mas sim perdoar de coração, mas digo que vale a pena esse esforço, pois tira muitos quilos dos ombros. Pense nisso, quem sabe não está na altura de perdoar e se perdoar!
Marcele

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Para meditar


Nem sempre falar tudo que vem a cabeça é a melhor alternativa, muitas vezes devemos pensar duas ou mais vezes para ter certeza de que o que vamos dizer vale mais do que o silêncio. Pense nisso!
Marcele

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Crise e aumento do suicídio


Eles tinham família, propriedades, amigos influentes, prestígio e dinheiro de sobra. Aparentemente, levavam vidas de reis e, no entanto, cometeram suicídio. No dia 23 de dezembro, o investidor americano Thierry de la Villehuchet, de 65 anos, dono do fundo Access International, se matou depois de levar um golpe de mais de US$ 1,4 bilhão (R$ 3,2 bilhões).

Já o empresário Adolf Merckle, um dos homens mais ricos da Alemanha e do mundo, se matou no dia 5 de janeiro. Depois de acordar na mansão em que morava (e onde trabalham 11 empregados) e tomar café, Adolf caminhou até a linha do trem e se deitou sobre os trilhos. As empresas dele, que empregam 100 mil pessoas, acumulam prejuízos estimados em US$ 1,5 bilhão (R$ 3,5 bilhões) por causa da crise internacional. Ainda assim, o império que ele tinha nas mãos está avaliado em mais de US$ 9,2 bilhões (R$ 21,5 bilhões), fortuna que o mantinha entre os 100 homens mais ricos do planeta, segundo ranking da revista “Forbes”. No dia 21 de janeiro, foi a vez do irlandês Patrick Rocca, um dos principais sócios do banco Anglo Irish, que sofreu enormes perdas nas últimas semanas e está sendo estatizado pelo governo. Rocca era amigo de celebridades como Bill Clinton e Tony Blair e cunhado do músico Van Morrison – com quem a irmã dele foi casada. Pai de três filhos, o magnata de 41 anos foi encontrado morto com um tiro na cabeça na mansão da família em Holmeleigh, condomínio exclusivo em Dublin, capital da Irlanda. Era figura constante nas festas mais badaladas do mundo e nas colunas sociais irlandesas. Tinha cerca de 500 milhões de euros (R$ 1,5 bilhão).

Sempre que uma grande turbulência abala a economia mundial, o tema suicídio volta à tona. Na grande crise de 1929, muito se falou sobre investidores desesperados que teriam se jogado de janelas porque perderam dinheiro. Sabendo disso, no fim do ano passado, a Organização Mundial de Saúde (OMS) alertou para um possível aumento nos índices de suicídio causado pela crise. A entidade encara o tema como problema de saúde pública. “São conse-quências da crise, que deve multiplicar os índices de transtornos mentais. Existem evidências claras de que o suicídio está relacionado a desastres financeiros”, anunciou Margaret Chan, diretora da OMS, aos jornais internacionais. Alguns especialistas, entretanto, são cuidadosos ao relacionar suicídio e dinheiro. Preferem discutir sobre transtornos mentais e doenças – como a depressão – que ficam ocultas até o momento em que a pessoa toma uma atitude definitiva e, aparentemente, por motivo fútil. Afinal, quantos desempregados e indigentes que mal têm o que comer jamais pensaram em se matar?

A psicoterapeuta Maura de Albanesi, diretora do Instituto de Psicologia Avançada, acredita que as perdas podem não ser os únicos motivos que levaram os milionários a se matar. Para ela, é possível que eles sofressem de problemas anteriores, escondidos atrás da vida aparentemente perfeita. “A ciência afirma que a maioria dos indivíduos com sérios distúrbios de personalidade já nasceu com alguma deficiência biológica; já têm tendência a desvios de conduta, pensamentos, sentimentos e comportamentos, a ponto de agredir a si mesmos”, avalia.

Mais do que o medo de ficar pobre ou a perda de uma parte da fortuna, o que muitas vezes motiva uma atitude desesperada entre milionários e profissionais de sucesso é a insuportável sensação de fracasso. Para certas pessoas, a perda de status e o medo de ficar com a reputação manchada ou de ser rejeitado no grupo social em que vivem podem ser devastadores. “Os investidores vivem em grupos de pessoas iguais a eles, ricos e cheios de status. Eles se preocupam muito com a própria imagem e dependem disso para viver bem. Se não trabalham bem uma perda, pode ser difícil encarar os desafios futuros e conviver com os colegas de novo”, explica.

Seguindo esse raciocínio, excesso de dinheiro pouco tem a ver com a vontade de viver e ser feliz. Mansões, carros e amigos famosos não são capazes de completar vazios existenciais de algumas pessoas que, infelizmente, nem se dão conta de que precisam preenchê-los.

Por Juliana Vilas

Agora podemos ver que dinheiro não traz paz e muito menos felicidade, ele pode trazer conforto e uma vida material impecável, mas sem a presença de Deus o ser humano continua vazio e sem direção.

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Decisão


Resolução, deliberação, escolha, opção, sentença; qualquer uma dessas palavras pode descrever o significado desta palavra: decisão, que em muitos momentos nos faltam, tomar uma decisão nem sempre é fácil pois cada ação tem uma reação, e justamente com medo das consequencias que podem se ter com suas escolhas muitas pessoas se omitem e decidem não decidir, e isso as fazem ser pessoas frustradas e oprimidas com um grito preso na garganta que nunca ninguém ouviu por medo ou dúvida. Quantas oportunidades você perdeu por não tomar uma decisão no momento certo, e quando finalmente toma coragem e decide já era tarde demais, pois é isso tem sido um grande problema na atualidade. Muitas vezes deixamos o tempo passar para ver onde tudo vai dar e quando tentamos fazer algo, simplesmente já não tem nada para ser feito. Não assista a sua vida de fora, pelo contrário viva-a intensamente afinal só temos uma se a desperdiçarmos, não teremos outra oportunidade para fazer diferente. Decida lutar pela sua família, lutar pela sua saúde, lutar pelo seu sucesso, decida investir na sua alma, afinal ela sim é eterna. Não esqueça que não fazer nada já é uma decisão.
Marcele

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

ONDE VOCÊ COLOCA O SAL?


O velho Mestre pediu a um jovem triste que colocasse uma mão cheia de sal em um copo de água e bebesse.
-'Qual é o gosto?' - perguntou o Mestre.
-Ruim' - disse o aprendiz.
O Mestre sorriu e pediu ao jovem que pegasse outra mão cheia de sal e levasse a um lago.
Os dois caminharam em silêncio e o jovem jogou o sal no lago. Então o velho disse:
-'Beba um pouco dessa água’. Enquanto a água escorria do queixo do jovem o Mestre perguntou:
-'Qual é o gosto?'
-'Bom!disse o rapaz.
-'Você sente o gosto do sal?' perguntou o Mestre.
-'Não disse o jovem.
Mestre então, sentou ao lado do jovem, pegou em suas mãos e disse
-'A dor na vida de uma pessoa não muda. Mas o sabor da dor depende de onde
a colocamos. Quando você sentir dor, a única coisa que você deve fazer é
aumentar o sentido de tudo o que está a sua volta.
É dar mais valor ao que você tem do que ao que você perdeu. Em outras palavras:
É deixar de Ser copo, para tornar-se um Lago.

"Entender a vontade de Deus nem sempre é facil, mas crer que Ele está no comando e tem um plano pra nossa vida faz a caminhada valer a pena".
Autor Desconhecido

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

SOLIDÃO


Será que para se ter solidão realmente não se tem ninguém por perto? O significado de solidão é:

estado do que está só, isolamento, lugar solitário, retiro
No mundo atual com tanta concorrência em todos os sentidos são muitas as pessoas que mesmo rodeadas continuam sozinhas com seus próprios sentimentos, sem saber como se expressar como demonstrar seus sentimentos, até mesmo porque está tão difícil encontrar uma pessoa que realmente esteja interessado em apenas nos ajudar e devido a esse medo de se expor cada um se esconde em seu próprio casulo e nunca tem uma oportunidade de encontrar o verdadeiro amor, um verdadeiro amigo, o emprego ideal e etc. São muitos os que dizem ninguém me entende, ninguém me nota, ninguém percebe do que eu estou precisando, ninguém enxerga meu talento, mas aí eu pergunto será que você mesmo sabe o que quer ou você quer que os outros descubram para depois lhe dizer? Nos dias de hoje vivemos riscos, o risco de dizer que ama, o risco de tentar ter um amigo, o risco de tentar se destacar no emprego, o risco de tentar algo novo na entrevista de admissão, o risco de investir em tempos de crise, tudo tem um risco, mas como diz o velho ditado popular quem não arrisca não petisca, então quando você confia em seu talento e nunca tentar mostrar para os outros, como você vai se destacar? A primeira mudança é sempre a mais difícil pois vem aqueles pensamentos: mas se despertar inveja nos meus colegas, se eu receber um não, se eu não conseguir, se ninguém gostar do que eu tenho pra falar. Só digo uma coisa se você nunca se expressar você continuará se sentindo perdido neste mundo e nunca vai se encontrar, existem momentos em que temos que tentar ou então perdemos uma oportunidade de mudar nossas vidas. Não perca este momento mostre a todos o quanto você é especial e valioso, se comunique mais, elogie para ser elogiado; admire para ser admirado; seja amigo para ter amigo; ame para ser amado. É lei de Deus temos que plantar para colher. Um forte abraço, espero que tenham gostado destas linhas. Aguardo suas opiniões.

terça-feira, 6 de outubro de 2009

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Você é como todos?


Através da última mensagem fui buscar no dicionário o significado de Deus, esta palavra que muitos nem sabem ao certo seu significado, pois bem aqui está segundo o dicíonário da lingua portuguesa da editora porto:
1. FILOSOFIA [com maiúscula] princípio ou origem de todos os seres e origem e garantia de tudo o que de excelente existe no mundo
2. RELIGIÃO [com maiúscula] nas religiões monoteístas, ser absoluto e único, criador do Universo, infinitamente perfeito, necessário e eterno
3. RELIGIÃO nas religiões politeístas, ser superior que tem poder sobre o ser humano e ao qual é prestada veneração
4. figurado pessoa a quem se vota uma dedicação extrema
5.
figurado o que é objecto de adoração e a que se sacrifica tudo o resto;
Achei muito interessante essa frase que talvez em algum tempo atrás fosse vivida por nós mas decorrer dos anos nos esquecemos de tal coisa devido as nossas próprias preocupações, mas não engraçado que mesmo o esquecendo para tudo, nos momentos em que realmente precisamos de um "Help" é justamente a Ele que buscamos, mas realmente para o adorar e sacrificarmos as nossas vontades logo nos esquecemos de sua existência, na verdade não estou aqui para julgar ou apontar o dedo pois tudo o q está escrito ser para mim também, mas é apenas uma forma de nos atentarmos para o que a modernidade dos dias atuais nos tem feito. Nós estamos cada vez mais nos distanciando de nosso Criador e nos tornando pessoas insensíves e mesquinhas, mas acredito que nunca é tarde para mudarmos e se a cada dia mudarmos uma atitude nossa certamente que nos tornaremos em pessoas melhores não só para o mundo mas para nós mesmos. Um grande abraço a você que se dispôs a ler sobre esse assunto pouco interessante aos olhos da maioria.

Medite neste Vídeo!

É impressionante como esse tipo de pensamento costuma estar na vida de todas as

pessoas, mas se pararmos para analisar será que realmente deveria ser assim, ou os

valores da vida estão se invertendo e estamos a esquecer as coisas que antigamente

eram consideradas importantes, e que com o passar do tempo já são insignificantes e

até menosprezadas. E sua opinião qual é? Pode deixar seus comentários

domingo, 13 de setembro de 2009

Meditação sobre o Viver


Os homens existem uns para os outros; logo, ou os ajudas a melhorar ou os suportas. Penetra na razão de cada um e deixa também que cada um penetre na tua razão. O melhor modo de nos vingarmos é não nos assemelharmos a quem nos faz mal. O que não é bom para o enxame não é bom para a abelha. Hoje saí de todas as dificuldades; ou melhor, expulsei todas as dificuldades, pois elas não estavam no exterior, mas no interior, nas minhas opiniões. Apagar o que vem da imaginação; reprimir os impulsos; eliminar os apetites; ater-se por si mesmo à razão. Quem ama a fama faz a sua felicidade depender dos outros; quem ama o prazer faz a sua felicidade depender das suas próprias sensações; quem é inteligente faz a sua felicidade depender dos seus próprios actos. Que as coisas futuras não te preocupem. Chegarás a elas, se tiver de ser assim, levando a mesma razão que agora usas para as coisas presentes. Não te juntes aos outros nas lamentações nem nas emoções violentas. Explora-te por dentro. É dentro que está a fonte do bem e ela pode jorrar sempre, se a explorares sempre. Homem nenhum te impedirá de viver segundo a razão de tua natureza; nada te acontecerá contra a razão da natureza universal. Procuro a verdade, pela qual nenhum homem jamais foi ferido. Mantém-te simples, bom, puro, sério, livre de afectação, amigo da justiça, temente a Deus, gentil, apaixonado, vigoroso em todas as tuas atitudes. Reverencie a Deus e ajude os homens. A vida é curta. (Marco Aurélio, Meditações)